pube
Geral

Agricultura investe R$1,2 milhão para subsidiar associações pelo Funsaf

por Redação Conexão Safra

em 09/06/2016 às 0h00

5 min de leitura

Agricultura investe R$1,2 milhão para subsidiar associações pelo Funsaf

pube


O governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), assinou nesta quarta-feira (8) o contrato de cinco projetos aprovados no primeiro edital do Fundo Social de Apoio à Agricultura Familiar (Funsaf). As associações que serão beneficiadas são dos municípios de Guaçuí, Itapemirim, Linhares, Mantenópolis e Pedro Canário. Para subsidiar a ação serão investidos, aproximadamente, R$1,2 milhão.

A solenidade de assinatura dos contratos aconteceu no Palácio da Fonte Grande, em Vitória, e contou com a participação do vice-governador, César Colnago, e do secretário da Seag, Octaciano Neto. Também estiveram presentes no evento, representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a diretora-presidente do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), Denise Cadete, além outras 50 pessoas, entre membros de associações e cooperativas, vereadores e deputados estaduais.

O gerente de Agricultura Familiar da Seag, Luiz Carlos Bricalli, ressaltou que a assinatura dos contratos é mais um passo para fortalecer os agricultores familiares do Estado. Ele também explicou que, com o investimento, as cinco associações beneficiadas conseguirão subsidiar tanto obras, como a compra de equipamentos agrícolas.

“A agricultura familiar tem grande importância em todo o Estado, tanto que ela representa 80% de todos os agricultores. Nesses cinco municípios, esse investimento vai possibilitar o aumento da produção, facilitar o dia-a-dia do trabalhador do campo e, principalmente, contribuir para melhorar a renda das famílias beneficiadas ”.

As associações beneficiadas são a de Rádio Comunitário do Assentamento Florestan Fernandes de Guaçuí, que irá o valor investir na construção de Unidade de Beneficiamento de Frutas e equipamentos, a Associação dos Moradores Rurais do Assentamento Nova Safra de Itapemirim, que subsidiará a compra de um trator com implementos agrícolas, a Associação de Produtores assentados de Rio Quartel de Linhares, que comprará equipamentos/móveis de escritório e balanças e um trator com implementos agrícolas, Associação dos Agricultores Familiares do assentamento Padre Pedro de Mantenópolis, que investirá o valor em um caminhão com carroceria de madeira, e a Associação de Produtores Rurais do Córrego de Jacuba de Pedro Canário, que irá adquirir um caminhão baú com o investimento.


O representante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e membro do Comitê Gestor do Funsaf, Joãozinho Santos de Souza, contou que o edital é muito importante para todos os agricultores familiares. “A grande satisfação de estar assinando esses contratos é que, com o investimento, os produtores conseguirão dar um grande salto de qualidade nas produções ”.

O vice-governador César Colnago, expressou o seu contentamento com a ação do Funsaf. Ele destacou a importância da agricultura familiar para o Estado, não só pela produção de alimentos, mas também por gerar um equilíbrio social. “Acredito que olhar o campo é olhar a todos. Precisamos olhar a juventude, os assentados, a agricultura familiar, a agricultura orgânica e tantas outras classes que compõem o nosso Estado, assim como os setores que os quais estão envolvidos. Precisamos ter essa visão ampla de que o campo tem um papel social estabilizador, na geração de renda, de riqueza de produtos, tanto para matar a fome de um brasileiro, quanto para produzir água ”.

O secretário da Seag, Octaciano Neto, lembrou que o Funsaf é um mecanismo criado para democratizar o acesso aos recursos financeiros para as associações, cooperativas e organizações de apoio à agricultura familiar do Espírito Santo. “Esse processo de inovação do Funsaf agiliza a viabilização do recurso para as associações, a fim de que elas consigam adquirir e investir naquilo que irá fazer a diferença na vida dos produtores rurais. Antigamente esse processo demorava mais de um ano. Além disso, por se tratar de um edital, é um processo mais igualitário ”.

Para a diretora-presidente interina do Bandes, Denise de Moura Cadete Gazzinelli Cruz, a parceria desenhada é fundamental para acelerar o investimento nas associações. “O Fundo teve apoio integral do Bandes. O banco aposta na ideia e empresta seu capital gerencial para conferir celeridade ao processo de liberação desses recursos ”.


O primeiro edital do Funsaf foi lançado em outubro de 2015. Ao todo, 34 projetos de associações de todo o Estado foram inscritos e, de todos eles, sete foram aprovados. Para a aprovação, as propostas passaram por duas etapas: uma para constatar a habilitação jurídica e outra de avaliação técnica.

FUNSAF
O Funsaf conta com o apoio técnico e financeiro integrado do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), do Instituto Capixaba de Pesquisa Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), e do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf). O Funsaf vai possibilitar a ampliação dos investimentos do Governo do Estado destinados ao fortalecimento da agricultura familiar.

Fonte: Seag


pube