Geral

, ,Exportação de carne de frango dos EUA está em risco com gripe aviária

por Redação Conexão Safra

em 13/03/2015 às 0h00

3 min de leitura

, ,Exportação de carne de frango dos EUA está em risco com gripe aviária

pube
CHICAGO (Reuters) – O México, o maior comprador de carne de frango dos Estados Unidos, e outros países importantes colocaram novas restrições às importação do produto norte-americano nesta quinta-feira, após uma forma virulenta da gripe aviária ter sido encontrada no coração da região avícola do país.

A descoberta do vírus em Arkansas deve resultar em movimentos semelhantes por até mais 40 países, e as restrições poderão deprimir os preços e prejudicar os produtores de aves dos EUA, disseram economistas.

Produtores de carne de aves dos EUA, como a Pilgrim’s Pride, da JBS, e Sanderson Farms, minimizaram os riscos para as operações, mas o caso Arkansas afetou as ações das companhias.

“”Vamos ver alguns mercados fechando suas importações, sobretudo para este Estado, mas não todo o país””, disse o presidente-executivo da JBS, Wesley Batista, em teleconferência sobre os resultados da empresa nesta quinta-feira.

Temendo a propagação do vírus, México, Canadá e o Parlamento Europeu, juntamente com outros importadores, anunciaram restrições ao produto de Arkansas. Missouri, Minnesota, Califórnia, Estado de Washington e Oregon já enfrentam proibições ou restrições.

Depois de casos recentes em vários Estados, os EUA confirmaram a infecção do vírus altamente patogênico da gripe aviária H5N2 em perus no Arkansas, a sede da Tyson Foods, maior empresa de frango do mundo.

Enquanto o H5N2 não representa uma ameaça para os seres humanos, de acordo com o USDA, é mortal para as aves.

(Por Tom Polansek e P.J. Huffstutter, com reportagem adicional de Gustavo Bonato, em São Paulo) ,



,NOTÍCIA 4

México: Grupo Herdez adquire divisão de sorvetes da Nestlé do país
(tem foto anexada: Herdez)

A Nestlé confirmou que venderá sua divisão de sorvetes mexicana para a fabricante de frozen iogurte, Grupo Herdez, por US$ 64,7 milhões.

A venda da Helados Nestlé inclui uma planta de processamento de sorvete em Lagos de Moreno, bem como equipamentos de distribuição, freezers e licença exclusiva de longo prazo para comercializar e vender marcas de sorvete Nestlé no México. Essas incluem Nestlé, Mega, PelaPop e eXtreme, criando oportunidades de varejo para o grupo com sede na Cidade do México em mais de 40.000 locais em todo o país.

De acordo com o Grupo Herdez, a aquisição permitirá que a companhia aumente sua escala e capacidades no segmento de congelados e praticamente dobre o tamanho da categoria de sorvetes dentro do portfólio. Devendo ser completada até o meio desse ano, a transação será financiada através de créditos e dinheiro em mãos.

“Essa aquisição fornecerá sinergias significativas com nossa divisão Nutrisa e aumentará nossas vendas e posição de liderança na crescente e de alto potencial categoria de sorvetes. Nós estamos ansiosos para dar as boas vindas à equipe de sorvetes da Nestlé e animados com essa oportunidade única de servir ao segmento jovem e fortalecer nossa rede de varejo no México ”, disse o diretor executivo do Grupo Herdez, Héctor Hernández-Pons Torres.

Fonte: FoodBev, traduzida pela equipe MilkPoint.

pube