Fruticultura

Polo de limão de Linhares inicia colheita da 1ª safra e conquista mercado regional

por Assessoria de Comunicação Prefeitura de Linhares

em 22/11/2021 às 12h05

3 min de leitura

Polo de limão de Linhares inicia colheita da 1ª safra e conquista mercado regional

*Fotos: Secom Linhares/Felipe Tozatto

Rico em vitaminas e sais minerais, o limão, um dos frutos do Programa Municipal de Fruticultura de Linhares, vem ganhando seu espaço no mercado regional. Os produtores têm comercializado o limão, da espécie tahiti, nas feiras livres, restaurantes, merenda escolar da rede municipal e supermercado da cidade.

Os frutos da primeira safra estão sendo colhidos há pouco mais de três meses. Geraldo do Nascimento, presidente da Cooperativa de Produção e Comercialização dos Agricultores de Linhares (CAF Linhares), morador do Assentamento Rio Quartel, é um dos produtores que têm se dedicado à produção do fruto.

“O limão é um dos itens que está na lista do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), e nós da CAF Linhares já iniciamos a distribuição para a merenda escolar. Estamos a menos de quatro meses colhendo os primeiros frutos e temos feito entregas também em restaurantes. Agora, nos mobilizamos para conquistar novos mercados”, disse Geraldo.

pube

O Polo BR 101 Sul conta com a participação de produtores dos distritos de Rio Quartel e Desengano, como Josivan Vergna (na foto em destaque), de Baixo Quartel, que tem comercializado a fruta para feirantes, pequenos mercados e um supermercado local. “Estamos colhendo os primeiros frutos e minha expectativa é de que seja uma boa alternativa para diversificação da nossa renda”, disse o produtor.

O secretário de Agricultura de Linhares, Franco Fiorot, pontuou que o Polo BR 101 Sul conta com a participação de 15 produtores que cultivam 4.620 plantas e a expectativa é de uma produção de 90 toneladas de limão no primeiro ano/safra.

“Estamos com mais um polo iniciando a colheita e chegando ao ponto alto do programa que é a comercialização do fruto. Acreditamos que o limão, que aos poucos vem conquistando o mercado, já atendendo a merenda escolar, restaurantes e feiras livres, por exemplo, contribuirá com uma nova fonte de renda às famílias de produtores rurais”, declarou.

O Programa Municipal de Fruticultura, também contempla outros três polos: Distrito Farias, com cultivo de cajá manga anão; Alto São Rafael (região de São Judas), com a uva; Polo Baixo São Rafael (localidades Córrego Dr. Jones, Humaitá e Bagueira), a goiaba; e no Polo Litoral (Pontal do Ipiranga, Regência, Povoação e Bebedouro), o açaí.

“Primeiro veio a comercialização do cajá manga anão, depois da goiaba, agora a do limão e, em breve, a primeira colheita da uva, fruto da organização dos produtores e incentivo da Secretaria de Agricultura em fomentar a diversificação agrícola e movimentar a economia rural das comunidades. É gratificante saber que os produtores têm colhido os primeiros frutos e comercializado para diferentes mercados, inclusive o nacional, como já é o caso do cajá”, disse o prefeito Guerino Zanon.

pube